Vírus geneticamente modificado combate câncer do pâncreas

Um estudo do Instituto de Investigação Biomédica Bellvitge (Idibell) e do Instituto Catalão de Oncologia, na Espanha, revela que um vírus geneticamente modificado demonstrou eficácia e segurança no combate ao câncer do pâncreas, um dos tipos de tumor do sistema digestivo, em estado avançado.

Dados da investigação, publicados no Journal for ImmunoTherapy of Cancer, revelam que a administração intravenosa do vírus não é causa efeitos adversos significativos. Entre os voluntários, há apenas registo sintomas gripais e febre.

Segundo os autores do estudo, o vírus reconhece e ataca as células cancerígenas, desencadeando uma resposta do sistema imunológico.

Os investigadores acrescentam que poderão vir a ser lançadas novas conclusões do estudo já no segundo semestre deste ano.

 

*Folhapress




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *