Sucessão em Juazeiro do Norte: Grupo de Raimundão condiciona apoio a participação na chapa majoritária

Juazeiro do Norte. O grupo político liderado pelo ex-prefeito e ex-deputado Raimundo Mâcedo (MDB) mandou recado aos candidatos à Prefeitura deste município nas eleições deste ano: para receber o apoio do colegiado é preciso que um de seus membros ocupe a vaga de vice-prefeito na chapa majoritária. Os aliados de Raimundão, como é popularmente conhecido o emedebista, defendem, inclusive, que a indicação recaia sobre a esposa do líder político, Maricelle Mâcedo, 64, de quem Raimundão recebeu o aval para negociar sua participação no processo eleitoral deste ano.

Conforme uma fonte emedebista, o ex-senador Eunício Oliveira, que preside o diretório estadual do MDB no Ceará, também foi informado das pretensões do clã Mâcedo em lançar o nome da matriarca e ocupar espaço na disputa sucessória deste ano, a partir de uma composição com lideranças ligadas a base aliada do governador Camilo Santana no município e, obviamente, que detenham da simpatia do ex-senador. Eunício Oliveira, conforme a fonte, concordou com a indicação de Maricelle Mâcedo e autorizou Raimundão a realizar tratativas no sentido de fortalecer o MDB local, a partir da indicação da esposa do ex-gestor.

Debutante em processos eleitorais, a matriarca já desperta os interesses de quem está de olho no comando administrativo do município. Calcula-se que o espólio eleitoral de Raimundo Mâcedo gire em torno de 15 a 18 mil votos. O peso eleitoral, na avaliação de alguns analistas, é suficiente para definir a vitória de um candidato nas eleições de outubro próximo.

“Sozinho, ele [Raimundo Mâcedo] não vence uma eleição. Porém, todos querem seu apoio porque sabem do peso eleitoral que ele ainda possui. Raimundão será o fiel da balança nas eleições deste ano. Escreva o que estou falando”, severou um presidente partidário que pediu que seu nome e a legenda da agremiação a qual pertence permanecessem no anonimato.

Filho do casal, o deputado David Mâcedo (MDB), ou Davi de Raimundão como é chamado na Assembleia Legislativa do Ceará (AL), confirma que a mãe tem recebido convites de alguns pré-candidatos para compor chapa à sucessão municipal. A reportagem apurou que dentre os que esboçaram desejo por tal parceria encontra-se o atual prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, que disputará reeleição pelo PTB. O empresário Gilmar Bender, segundo mais votado nas eleições de 2016 pelo PDT, é outro que também teria convidado Maricelle para uma composição.

“Muitos grupos chamaram, conversaram, demonstraram interesse em compor [chapa com Maricelle)”, disse o parlamentar que também chegou a ser cogitado como trunfo político do grupo de Raimundão para as eleições de outubro. “Alguns perguntaram se eu não queria ser o vice. Eu respondi que é preciso ter calma. Eu vejo a possibilidade grande (sic) de crescer e me efetivar [no mandato parlamentar na Assembleia Legislativa]”, observou.

A reportagem apurou que é desejo de Raimundo Mâcedo levar a discussão ao esgotamento. O líder emedebista não tem pressa em definir em qual conjuntura Maricelle o estará representando. Avisou isso aos seus aliados. Quer, primeiro, dialogar com o governador Camilo Santana e ouvir dele o nome daquele que será ungido a receber apoio do Abolição na disputa pelo comando administrativo do município. Não adotará decisão alguma, no entanto, sem antes acordar com Eunício Oliveira.

 

* Roberto Crispim (Foto: Flávio Pinto)




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *