Psicologia explica por que séries de suspense estão bombando na quarentena

Parasita, O Irlandês, The Sinner e Dark são algumas das produções de suspense que fizeram bastante sucesso nos últimos tempos. O gênero, caracterizado pela tensão e tramas instigantes, tem se “reinventado” e se firmado cada vez mais no gosto popular.

Vencedor do maior prêmio da cerimônia do Oscar 2020, o longa Parasita, do diretor Bong Joon-Ho é mais uma prova da recente qualidade dos filmes de suspense. O cineasta coreano aproveitou da tensão característica para criar uma trama que trata de temas importantes sem deixar que o telespectador fique entediado e fora do clima de tensão.

Em um cenário de isolamento social, decorrente da pandemia do novo coronavírus, marcado pelas incertezas, algumas produções do gênero estiveram entre as mais assistidas nas plataformas de streaming. Na última semana, The Sinner – que ganhou sua terceira temporada em junho – e Dark, que teve seu ano final disponível nesse sábado (26/06) estiveram no Top 10 da Netflix.

De acordo com o psiquiatra Luan Diego Marques, o sucesso dessas produções se deve principalmente às questões emocionais das pessoas. “As pessoas quando procuram o streaming de maneira geral, elas querem sentir algo diferente do que elas estão sentindo e ali que entra o suspense, que é um gênero que te prende”, explica.

 

*Folhapress




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *