Pedro Vasconcelos deixa a Globo e diz que não queria morrer na emissora

O diretor Pedro Vasconcelos, 47, decidiu deixar a Globo, emissora a qual entrou no ano de 1980 como ator e posteriormente começou a trabalhar na direção de novelas. “Não quero terminar como Jorge Fernando (1955-2019), Roberto Talma (1949-2015), Paulo Ubiratan (1947-1998) e Walter Avancini (1935-2001), que saíram direto para o cemitério”, explicou.

Vasconcelos estava escalado para dirigir “Além da Ilusão” (Globo), a nova novela das 18h que contará com Larissa Manoela, 20, e Rafael Vitti, 25, como protagonistas. Ele saiu antes que o projeto começasse a ser produzido, então o diretor Luiz Henrique Rios assumiu seu lugar.

Em seus últimos trabalhos como diretor na emissora estão sucessos como “Império” (2014), “Além do Tempo” (2015), “A Força do Querer” (2017), que está em reexibição atualmente, e “Espelho da Vida” (2018). “Eu estava querendo sair desde a minha última renovação de contrato, em 2017. Aí acabei ficando por causa de ‘Espelho da Vida’. Agora, com a pandemia, as novelas foram atrasando.”

Dos nomes citados pelo diretor, Jorge Fernando morreu aos 64 anos, três meses após o fim da novela “Verão 90” (2019), após sofrer uma parada cardíaca em decorrência de um aneurisma da aorta. Talma morreu aos 65, após sofrer um infarto com 53 anos, continuou trabalhando e teve vários problemas de saúde.

Já Avancini tinha 66 anos quando faleceu em decorrência de um câncer de próstata. Ele estava no meio da novela “A Padroeira” (2001) e foi substituído por Talma. Por fim, Ubiratan morreu aos 51, quando sofreu um infarto fulminante enquanto estava na direção de “Por Amor” (1997), e Ricardo Waddington assumiu seu lugar.

“Se vissem a cara do meu filho de 12 anos quando falei que não iria mais fazer novelas, todos entenderiam. É de cortar o coração. Eu sou muito comprometido com o trabalho. Fico um ano preso lá dentro fazendo novela. É da minha natureza passar 18, 20 horas trabalhando”, afirmou à colunista Patrícia Kogut.

“Quando você percebe, a vida passou, e os estragos na saúde estão feitos. O trabalho na TV é desgastante. Não me sentia mais em condições de saúde. Acho que estou na idade corretinha de reformular tudo e ter uma vida mais simples e tranquila”, disse.

Atualmente, Vasconcelos se dedica ao seu canal no YouTube Ponto de Virada com Pedro Vasconcelos, além de ter como projeto um filme sobre Maurício de Sousa e a série “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos” (GNT), que tem previsão para retomar as gravações ainda neste semestre. O diretor também negocia a continuação do longa-metragem “Fala Sério, Mãe!” (2017).

 

*Folhapress




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *