Outubro Rosa alerta para prevenção do câncer de mama

A chegada de outubro marca a campanha contra uma doença que assola milhares de mulheres no mundo: o câncer de mama. De acordo com o mastologista da Maternidade Brasília Alexandre Bravin a prevenção e o diagnóstico precoce são os principais aliados das mulheres de todas as idades.

“Com exames precoces, podemos fazer a detecção das lesões menores e isso traz uma repercussão positiva muito importante. Com uma lesão pequena, a paciente que precisar fazer cirurgia terá um trauma menor. Dependendo do tamanho do e do tipo de tumor, a quimioterapia também pode ser dispensada”, informa o médico.Bravin explica que, para a população em geral, a idade ideal para começar a realizar exames de imagem é a partir dos 40 anos. Entretanto, pessoas com casos de câncer na família, como mãe, pai ou irmãos, devem iniciar a detecção, com mamografias, 10 anos antes da idade da pessoa que teve a doença na família.A pediatra da Maternidade Brasília Sandi Sato lembra que amamentar é uma forma de prevenir o câncer de mama. “As mulheres que amamentam têm probabilidade estatística menor de desenvolver a neoplasia mamária. Além do benefício para o bebê, a mãe também é recompensada”, ressalta.

Sato acrescenta “que o aleitamento é um aliado a uma alimentação saudável, prática de atividade física e consultas regulares, o aleitamento materno é considerado um dos pilares na prevenção do câncer de mama”.Este ano, o Ministério da Saúde aderiu à campanha da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), que tem como lema “Quanto antes melhor”. A proposta visa a alertar as mulheres para a adoção de melhores hábitos e um estilo de vida mais saudável.

O alerta fica ainda mais relevante em um período em que as mamografias foram reduzidas em virtude da pandemia.Alexandre Bravin ressalta que a prática de atividades físicas, alimentação saudável e checkup frequente auxiliam na prevenção de qualquer doença, em especial o câncer de mama. “As mulheres precisam voltar aos consultórios médicos para fazer os exames”, reforça o especialista. Para ele, “o tema deste ano é importantíssimo. Quanto antes o câncer for detectado, mais vida e mais qualidade de vida podemos garantir às mulheres”.Confira os possíveis sinais e sintomas do câncer de mama, de acordo com o Ministério da Saúde:

Alterações no tamanho ou forma da mama;Nódulo único e endurecido;Vermelhidão, inchaço, calor ou dor na pele da mama, mesmo que não haja presença de nódulo;Nódulo ou caroço na mama que esteja sempre presente e não diminua de tamanho;Sensação de massa ou nódulo em uma das mamas;Sensação de nódulo aumentado na axila;Espessamento ou retração da pele ou do mamilo;Secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos;Assimetria entre as duas mamas;Presença de retração na mama, como se fosse um afundamento de uma parte da mama;Endurecimento da pele da mama, semelhante a casca de laranja;Coceira frequente na mama ou no mamilo;Formação de crostas ou feridas na pele junto do mamilo;

Inversão do mamilo;Inchaço do braço;Dor na mama ou mamilo.

 

*Folhapress




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *