O método científico para adormecer em 10 segundos. Sim, leu bem

Somente o ato de tentar dormir arduamente pode causar um ciclo contínuo de ansiedade e nervosismo, que ao invés só mantém a sua mente ainda mais desperta.

E se o cérebro não consegue relaxar, é igualmente difícil que o corpo consiga. Todavia, existem truques científicos que pode experimentar para desligar rapidamente, conforme reporta um artigo publicado no portal Healthline.

Como adormecer em 10 segundos

Não, não estamos falando de nenhum feitiço ou truque de magia, mas sim de prática.

Atenção: o método descrito em baixo demora 120 segundos na totalidade para terminar, mas os especialistas apontam que os últimos 10 segundos são tudo o que basta para finalmente adormecer.

O método militar

O popular método militar, que foi inicialmente divulgado no livro ‘Relax and Win: Championship Performance’ da autoria de Lloyd Winter, no qual é descrito como a Escola Pré-Voo da Marinha, Estados Unidos, criou uma rotina para ajudar os pilotos a adormecer em dois minutos ou menos.

Os pilotos terão levado cerca de seis semanas a praticar a técnica, mas esta terá funcionado – mesmo após os profissionais terem ingerido café e com o barulho de fundo de disparos.

O método militar passo a passo:

1. Relaxe todo o rosto, incluindo os músculos no interior da boca.

2. Descontraia os ombros, aliviando a tensão, e deixe as mãos de cada lado do corpo.

3. Expire, relaxando o peito.

4. Relaxe as pernas, coxas e tornozelos.

5. Esvazie a mente durante 10 segundos, imaginando um cenário relaxante.

6. Se isto não funcionar, tente dizer mentalmente as palavras ‘não pensar’ continuamente durante 10 segundos.

7. Em 10 segundos, deverá estar dormindo

Segundo a Healthline, se esta técnica não funcionar poderá ter de trabalhar nas bases do método militar, nomeadamente: a respiração e o relaxamento dos músculos. Adicionalmente, condições como ansiedade crônica ou hiperatividade poderão interferir negativamente com o processo.

 

*Folhapress




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *