Médico e enfermeira são encontrados mortos em apartamento de Águas Claras

A Polícia Militar do Distrito Federal e os Bombeiros do DF atenderam, na manhã desta quinta-feira (30/7), a uma ocorrência com duas mortes, em Águas Claras. As informações preliminares apontam que o homem teria usado uma arma branca para matar a mulher e tirado a própria vida em seguida.

O caso aconteceu na Rua 25 Norte, Edifício My Life Style. O homem é um médico, de 42 anos, que trabalhava no Hospital Regional de Taguatinga (HRT). As suspeitas são de que ele esfaqueou a esposa, uma enfermeira, de 35 anos, e se matou logo depois, com dois cortes, um no pescoço e outro na cabeça.

O caso ocorreu na madrugada desta quinta-feira. Vizinhos ouviram gritos da mulher por volta das 4h da madrugada.

Os militares que atenderam a ocorrência encontraram a vítima ensanguentada, sentada, no chão da cozinha. O homem estava deitado, também bastante sujo de sangue, com a faca na mão. Próximo a ele, outra faca, também suja.

A cena é descrita pelos policiais como “centário de terror”. Havia sangue espalhado por todo o apartamento, inclusive na cama do casal.

Os dois corpos continuam dentro do apartamento. A perícia da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) foi acionada.

 

*Metrópoles




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *