Haddad resiste a ir presencialmente a lançamento de Tatto

No dia em que levantamento do Atlas Político encomendado pelo El País Brasil mostra que o pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo aparece com apenas 2% das intenções de voto contra 12% do candidato do PSOL, Guilherme Boulos, o ex-prefeito Fernando Haddad anunciou que não vai mais participar presencialmente da convenção que oficializará o nome de Tatto na disputa, no sábado (12).

Segundo informações de Fábio Zanini e Carolina Linhares, da Folha de S. Paulo, dirigentes do PT estariam tentando convencer Haddad a marcar presença na atividade, que seria um momento importante para animar a militância a aderir à candidatura de Tatto. Diversos intelectuais e artistas que historicamente apoiam o PT na capital decidiram endossar Boulos em novembro.

Em entrevista ao Fórum Café, em agosto, Tatto ironizou essa perda de apoio. “No Leblon já perdi a eleição”, brincou. “O partido é grande, democrático, as pessoas têm o direito de expressar a sua opinião. Eles têm uma avaliação que divirjo, que o PT morreu, que não existe. Eles não conheceram o PT de São Paulo”, completou. Naquela altura, ele também sinalizou estar aberto a uma primária entre ele, Boulos e Orlando Silva (PCdoB), que não ocorreu.

A alegação de Haddad para falar por meios virtuais seria a de que ele teria uma palestra com uma entidade de engenheiros marcada para as 11h do sábado e não conseguiria se deslocar à tempo até a convenção, que ocorre em Jardim São Luiz.

 

*Revista Fórum




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *