Grêmio goleia o Avenida por 6 a 0 e é campeão da Recopa Gaúcha

O Grêmio passeou pelo Avenida, na Arena, neste domingo, goleou por 6 a 0 e conquistou o título inédito da Recopa Gaúcha. Com dois gols de Luan, dois de Everton, um de Leonardo e outro de Felipe Vizeu, o Tricolor disparou na liderança do Gauchão com 16 pontos em 18 disputados. É o quinto troféu da Era Portaluppi como treinador: Copa do Brasil, Libertadores, Recopa e Gauchão. O Avenida caiu para a 9ª posição e saiu no grupo de classificados à fase de mata-mata, que já tem a equipe gremista garantida. O Periquito volta a atenção à Copa do Brasil, pois enfrenta, na quarta-feira, o Guarani em Santa Cruz do Sul.

O Avenida deu a saída de bola e, no minuto seguinte, já estava 1 a 0 para o Grêmio. Como? Com uma tabela primorosa entre Maicon e Marinho que culminou com uma torneada de cabeça de Luan de dentro da área: gol! Mesmo atrás no placar, o Periquito manteve, por vezes, os 11 jogadores atrás da linha da bola. Para superar a dificuldade, o Grêmio passou a trocar passes e tentar encontrar brechas na defesa verde e branca. Jael foi quem chegou mais perto, mas, na primeira tentativa, parou na parede do Nida. Na segunda, mandou na rede pelo lado de fora. Se não dava para ele, o jeito foi assistir a Everton. O Cebolinha recebeu na frente do goleiro Andrey e tocou por cobertura, em um lindo lençol.

Fabiano Daitx promoveu Cléverson, no segundo tempo, e ele criou a melhor chance do Avenida na partida. Após uma blitz, aos 14 minutos, o meia arriscou um chute rasteiro, que desviou e dificultou a defesa de Paulo Victor. Mas foi só isso. Quatro minutos depois, Maicon trocou passes com Montoya, substituto de Marinho, e a bola sobrou para Leonardo. O lateral bateu de esquerda e encontrou o ângulo da meta de Andrey, fazendo o gol mais bonito da tarde/noite. Mais 10 minutos e mais um gol. Luan recebeu dentro da grande área, dominou com o pé direito e bateu com o esquerdo. O placar deu a segurança necessária para Renato arriscar e colocar, ao mesmo tempo, os dois centroavantes que começaram no banco de reservas: Felipe Vizeu e André. E foram os atacantes que sacramentaram a vitória: Everton, outra vez, aos 37, e Felipe Vizeu, com um chutaço no ângulo, aos 43 minutos da etapa final.

 

*Gazeta Esportiva




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *