Fora do calendário da Fórmula 1, Vietnã oficializa cancelamento de GP

Os organizadores do GP do Vietnã anunciaram nesta sexta-feira o cancelamento definitivo da corrida em função da pandemia do coronavírus. Se fosse realizada, seria a primeira prova da história da Fórmula 1 no país asiático. A não realização da corrida, porém, já era esperada, pois nem havia sido incluída no calendário preparado pela Federação Internacional de Automobilismo.

A empresa responsável pela organização do GP se comprometeu a devolver o dinheiro dos ingressos após meses de incerteza sobre a corrida. A prova estava inicialmente agendada para abril e foi adiada, mas não cancelada, embora nunca uma data tenha sido indicada para a sua realização.

“Não podemos dar as boas-vindas à mais emocionante e prestigiosa categoria de automobilismo do planeta no Vietnã em 2020 devido à pandemia da covid-19. Esta foi uma decisão muito difícil para todos nós, mas no final das contas foi a única solução depois de revisar cuidadosamente todos os critérios de segurança, bem como a eficiência nas condições atuais. Agradecemos seu apoio e compreensão durante este período incerto”, disse o Vietnam Grand Prix Corp.

O Vietnã é um dos países que melhor conseguiu lidar com a pandemia da covid-19, tendo apenas 35 mortes. Para isso, porém, adotou medidas restritivas que dificultariam a realização de um GP no país. As fronteiras do país foram fechadas no fim de março, abrindo exceções apenas para vietnamitas que estiverem em uma nação estrangeira e a trabalhadores estrangeiros.

Por causa da pandemia, 13 corridas não puderam ser realizadas em 2020, com outras sendo incluídas no calendário, para que o campeonato tenha 17 provas neste ano. Foram elas: Austrália, Vietnã, China, Holanda, Mônaco, Azerbaijão, Canadá, França, Cingapura, Japão, Estados Unidos, México e Brasil.

 

*Folhapress




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *