Filho que incriminou Flordelis em depoimento relata ameaças e usa carro blindado

O filho adotivo da pastora e deputada federal Flordelis dos Santos (PSD-RJ) passou a usar um carro blindado para se proteger. O vereador Wagner de Andrade Pimenta, também conhecido como pastor Misael, incriminou Flordelis em depoimento e afirma ter medo de morrer.

Misael rompeu relações com a mãe em junho do ano passado, quando deu depoimento à polícia apontando-a como mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo. O Ministério Público ofereceu denúncia e ela já é ré no processo. Flordelis só não foi presa porque tem imunidade parlamentar, mas um processo de cassação já tramita na Câmara dos Deputados.

“Tenho medo de sair na rua e ser assassinado por ter prestado depoimento contando o que sei”, disse o vereador”, em entrevista ao UOL.

“O primeiro momento em que nos sentimos ameaçados foi quando ela [Flordelis] mandou as mensagens falando que iria nos encontrar. E que isso só não aconteceria se saíssemos do país”, conta a mulher do vereador, Luana Rangel Pimenta.

Flordelis passou a mandar mensagens por WhatsApp pressionando o casal. A pressão aumentou quando Misael e a mulher resolveram deixar a igreja para não encontrar mais com ela. Segundo a reportagem, que teve acesso as mensagens, Flordelis chegou a enviar 11 mensagens seguidas num intervalo de 30 minutos.

“Querem continuar fugindo? Só se viajarem para fora do Brasil. Caso contrário eu vou encontrar Misael junto com os irmãos dele. Não vamos aceitar e nem esperarmos [sic] mais. Chegaaaaa, vocês já foram longe demais”, ameaçou a deputada.

O vereador é a segunda testemunha a vir a público dizendo ter sido intimidada em meio às investigações. Na madrugada de 4 de setembro, uma mulher ouvida pela Polícia Civil denunciou um ataque a bomba jogada na porta da sua casa.

 

*Revista Fórum




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *