Descoberta molécula que diminui a fome após exercício

Um grupo de investigadores da Universidade de Stanford e da Escola de Medicina de Baylor, ambas nos Estados Unidos, conseguiram identificar a molécula responsável pela perda de apetite após a prática de exercício físico, revela a revista científica Nature. Os cientistas acreditam que, no futuro, pode ser criado um fármaco para reduzir os seus efeitos.

Designada lac-phe, trata-se de um aminoácido relacionado ao lactato (ou ácido láctico), uma molécula produzida pelos músculos quando usam glicose para produzir energia na ausência de oxigênio, e à fenilalanina, que ajuda a construir as proteínas. A molécula foi identificada em ratos. Os cientistas recolheram sangue de animais logo após uma corrida numa esteira e detectaram altos níveis da substância.

Os investigadores administraram lac-phe em ratos obesos e os compararam com animais que receberam um placebo. Os ratos que receberam a molécula comeram 50% a menos nas primeiras 12 horas, mas não houve um aumento no movimento ou no gasto de energia.

Os ratos que receberam lac-phe durante 10 dias comeram 30% menos, perderam peso e mostraram-se mais tolerantes à glicose. Porém, o efeito não foi observado em animais que não estavam obesos.

Esta molécula também está presente em humanos e cavalos. Os cientistas analisaram o sangue de voluntários depois de vários tipos de exercício: o efeito é mais pronunciado depois de uma sessão de atletismo e treinos de resistência. A quantidade de lac-phe detectada após exercícios de força, como musculação, foi a menor entre as estudadas.

Em entrevista New Scientist, o pediatra Yong Xu, um dos responsáveis pelo estudo, explica que a ideia é que a comunidade científica utilize estas as informações para criar alternativas de medicamentos para tratar a obesidade. “Isto pode levar ao desenvolvimento de um remédio que suprima o apetite de indivíduos que não podem exercitar-se com tanta facilidade por causa de outras condições de saúde”, explica.

 

*Folhapress




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *