De tornozeleira, Sara Winter faz unhas e cabelo em casa. E fãs pagam conta!

A vida de prisioneira domiciliar de Sara Giromini, mais conhecida por Sara Winter, anda “duríssima” como mostra uma foto publicada em uma rede social.

Por decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a líder do grupo extremista “300 do Brasil” está usando uma tornozeleira eletrônica, não pode sair de casa e nem se aproximar do STF e do Congresso.

A solução para cuidar da visual, foi chamar uma cabeleireira e uma manicure para atendê-la no conforto de sua casa. “Que sensação maravilhosa de ter o meu cabelo feitinho”, escreveu ela na legenda de uma foto.

O engraçado é que, na mesma conta de uma rede social, ela chora miséria e pede para os internautas fazerem doações em dinheiro.

Sara Winter ficou presa por cerca de 10 dias por estar envolvida no inquérito do STF que investiga a organização e o financiamento de atos antidemocráticos.

 

*Metrópoles




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *