Covid-19: Infetados com HIV podem desenvolver várias mutações?

Um grupo de investigadores da Stellenbosch e da Universidade de KwaZulu-Natal, na África do Sul, colaborou num estudo que identificou um conjunto de mutações numa mulher, de 22 anos, que sofre de HIV e que esteve nove meses infectada com a variante Beta da Covid-19. De acordo com a Bloomberg, o vírus respiratório foi responsável por desenvolver, pelo menos, 21 mutações.

Segundo o estudo, que ainda não foi revisto por pares, a mulher não fazia qualquer tratamento para o HIV, o que poderá ter tido influência na evolução das mutações. Depois de ter recebido medicação adequada, a jovem recuperou da infecção por Covid-19 num prazo de seis a nove semanas.

“O tratamento antirretroviral eficaz é a chave para controlar estes acontecimentos”, defendem os investigadores. Dados da investigação mostram que o vírus sofre mutações se for contraída por imunodeprimidos, sobretudo aqueles que não tomam medicação, o que pode levar ao surgimento de novas variantes.

 

*Folhapress




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *