CBF lamenta acidente aéreo com Palmas e anuncia adiamento de jogo pela Copa Verde

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lamentou neste domingo o acidente aéreo de um avião de pequeno porte que levava parte da equipe do Palmas Futebol Clube para Goiânia logo após a decolagem, em Porto Nacional, em Tocantins, deixando os seis ocupantes mortos. Além do piloto, o comandante Wagner, a aeronave transportava o presidente do clube, Lucas Meira, e os jogadores Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari.

Profundamente consternada, a CBF se solidariza com as famílias das vítimas do acidente de avião, que tirou a vida do presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira, dos jogadores do clube Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Marcus Molinari e Ranule, e do piloto, comandante Wagner, na manhã deste domingo (24). Nossos sentimentos também vão para todos os membros do clube e para a torcida do Palmas”, afirmou a CBF em uma nota divulgada em seu site oficial.

“A CBF decretou que seja respeitado um minuto de silêncio nas partidas de hoje (domingo) no futebol brasileiro. As bandeiras na sede da entidade foram hasteadas a meio mastro em sinal de luto”, prosseguiu a CBF, que anunciou o adiamento da partida do Palmas contra o Vila Nova, em Goiânia, nesta segunda-feira, pelas oitavas de final da Copa Verde.

“A partida do Palmas diante do Vila Nova, válida pela Copa Verde, que seria realizada nesta segunda-feira (25) foi suspensa e será remarcada para data posterior”, completou a entidade.

Imagens registradas no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional, onde ocorreu o acidente, mostram que a aeronave ficou totalmente destruída. Ainda não há informações sobre o que ocasionou o acidente. Clubes de todo o Brasil mostraram solidariedade com a equipe de Tocantins.

 

*Folhapress




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *