Camilo determina fechamento de estabelecimentos e barreiras nas fronteiras do Ceará

Fortaleza. O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), voltou a usar as redes sociais para anunciar medidas com finalidade de impedir  o avanço do coronavírus no estado. Durante transmissão ao vivo pelo Facebook e Instagram, Camilo reforçou a importância do isolamento individual, o cuidado com a população idosa e a necessidade do exame para comprovação da doença apenas quando da existência de sintomas.

As medidas anunciadas nesta quinta-feira (19) repercutiram rapidamente nas redes sociais. No WhatsApp, por exemplo, o volume de comentários favoráveis as medidas foi enorme. Ha cobranças, no entanto, para que o governo cearense determine, no menor espaço de tempo possível, o fechamento do Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza; do Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte; do Aeroporto Regional Comandante Ariston Pessoa, em Jericoacoara, e demais aeroportos de menor fluxo de passageiros, localizados no interior cearense.

As medidas estabelecem a suspensão do funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes, shopping-centers, cinemas, clubes, academias e lojas. Igrejas e templos religiosos também passam a estar impedidos de funcionar. A medida atinge, ainda, barracas de praia e feiras-livres. O prazo para a suspensão destas atividades é de dez dias. Apenas farmácias e supermercados possuem autorização para funcionamento.

Também fica determinada a interrupção do transporte rodoviário intermunicipal, além dos metrôs de Fortaleza, Sobral e Cariri, que deixarão de operar a partir do próximo sábado (21). Todos os serviços públicos estarão interrompidos até amanhã – a data passa a ser ponto facultativo nas repartições estaduais em obediência as novas diretrizes.

Outra ação adotada pelo governo cearense como forma de mitigar a proliferação do coronavírus  é a determinação para criação de barreiras nas fronteiras do estado. As atividades industriais estão suspensas até o dia 29 deste mês, com exceção para a produção farmacêutica, de alimentos, de gás e água.

Camilo Santana finalizou os anúncios reiterando a disponibilidade do serviço de atendimento para esclarecimento de dúvidas e informações sobre a doença. O serviço pode ser realizado pelo telefone 08002751474. Os atendimentos são feitos por profissionais capacitados para esclarecer a população.

 

* ROBERTO CRISPIM 

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *