“Atividade apícola na agricultira famíliar precisa ser melhor ordenada”, avalia Acrísio Sena

A Comissão do Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido da Assembleia Legislativa realiza, nesta segunda-feira (21/10), às 8h30, no Complexo das Comissões, uma audiência pública para debater a questão da Apicultura no Ceará, com as principais entidades que trabalham com este setor.

O presidente da Comissão, deputado estadual Acrísio Sena (PT), explica que, conforme dados da Câmara Setorial do Mel, a atividade apícola está presente em 80% dos municípios do Estado, que está hoje entre os cinco maiores produtores de mel do Brasil. Em 2010, o Ceará exportou US$ 9,721 milhões, demonstrando potencial de crescimento.

“Isso mostra que, apesar de este crescimento ter sido positivo do ponto de vista de inclusão socioeconômica – uma vez que 90% da produção de mel vêm da agricultura familiar –, por outro lado, gerou a necessidade de que a referida atividade seja ordenada do ponto de vista técnico, organizacional, gerencial e legal”, explica Acrísio, que pretende que as entidades trabalhem alternativas comuns para desenvolver a atividade.

 

*Coluna da Maria do Carmo com a Assessoria do Parlamentar




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *