Abertura não oficial do carnaval leva foliões ao centro do Rio

O ano mal começou e o carnaval do Rio de Janeiro teve sua abertura não oficial neste domingo (6). Blocos de rua reuniram foliões desde às 12 horas em diversos pontos do centro da cidade.

Articulados em mensagens nas redes sociais, os blocos não oficiais estão entre os principais fenômenos do carnaval carioca nos últimos anos e, ano após ano, a programação vem crescendo no pré-carnaval, no pós-carnaval e até em outras épocas.

O designer Guilherme Tinoco, de 23 anos, chegou ao centro do Rio às 12h, para ver o primeiro desfile, na Praça XV. Criado em uma família que não costumava participar da festa, ele conta que demorou a conhecer o carnaval de rua, o que só aconteceu quando passou dos 20 anos.

“A primeira vez que eu saí foi no pré, no carnaval e no pós. Foi ótimo. Agora, quero tirar o atraso!”, conta ele, que acredita que, como o pré-carnaval começa logo após o Réveillon, é um ótimo argumento para seduzir os turistas a estenderem sua permanência na cidade, ou convencê-los a voltar.

A vendedora ambulante Rosana Maria, de 52 anos, torce para que o carnaval comece cada vez mais cedo na cidade. “Espero que esse ano seja muito bom, porque a virada do ano foi horrível para mim”, se queixa ela, que saiu de Duque de Caxias na manhã deste domingo disposta a seguir a folia enquanto houver festa no centro do Rio.

“Quanto mais carnaval, melhor. Se tivesse o ano inteiro, aí que ia ser bom”, brinca a ambulante, que teve que interromper a entrevista para combinar a programação dos próximos dias e para atender clientes em busca de uma cerveja gelada. “Hoje ainda está fraco, vamos ver se melhora”, disse. Com informações da Agência Brasil.

 

*Notícias ao Minuto




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *