5 de Junho: 39 anos da descoberta da Aids no mundo

Há 39 anos, no dia 5 de junho de 1981, o Centro de Controle de Doenças de Atlanta, nos Estados Unidos, descobriu em cinco jovens homossexuais, uma estranha pneumonia que até então só afetava pessoas com o sistema imunológico muito debilitado. Um mês depois, foi diagnosticado um câncer de pele em 26 homossexuais americanos e se começou a falar de “câncer gay”.

No ano seguinte, a doença foi denominada Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, Sida, em inglês AIDS. A Pandemia da AIDS continua a ser um dos grandes desafios para a saúde global. Aproximadamente 35 milhões de pessoas vivem com HIV em todo o mundo. Nos 39 anos desde a sua descoberta, existem vitórias e desafios na luta contra o HIV.

• Entre as vitórias, destacamos a diminuição da taxa de mortalidade relativa à AIDS, o acesso gratuito aos medicamentos antirretrovirais, a maior facilidade de acesso ao diagnóstico através da implantação dos testes rápidos na rede pública, a facilidade de acesso aos preservativos nas unidades básicas de saúde e a redução da transmissão vertical do HIV (transmissão da mãe infectada para o feto está diminuindo) e
implantação da Prevenção Combinada, com as novas tecnologias para a prevenção que inclui o tratamento antirretroviral como medida de prevenção, a Profilaxia PósExposição ao HIV (PEP) que é o uso de medicamentos diante de uma situação de risco, e a PrEP, Profilaxia Pré -Exposição ao HIV, que consiste no uso diário de medicamento antirretroviral para evitar a infecção pelo vírus.

• Entre os desafios estão: a eliminação da transmissão vertical do HIV, a ampliação das ações de prevenção junto às populações chaves e vulneráveis com maior disponibilização dos testes rápidos e insumos de prevenção e uma maior participação da atenção primária nas ações de prevenção e diagnóstico precoce do HIV.

 

*Infonet




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *