Se vivo, John Lennon faria 78 anos

Um dos maiores músicos de todos os tempos, sem sombra de dúvida. Com suas canções, John Lennon levou paz, esperança e amor aos corações de muitas pessoas. Infelizmente ele se foi de uma forma trágica e inesperada. Mas o legado artístico daquele garoto de Liverpool vai ficar para sempre.

Para muitos o maior músico do século 20, John Lennon estaria completando ontem dia 09 de outubro, 78 anos se não tivesse sido assassinado por Mark David Chapman em 1980, lembrando que este agora tem chances de sair da prisão onde cumpre pena há quase quatro décadas pelo crime que chocou o mundo.

Inteligente, criativo, divertido e, mais do que tudo, enigmático, Lennon é um daqueles casos raros de famosos que partiram dessa para uma melhor há muito tempo e mesmo assim são reconhecidos pelas gerações mais jovens que não tiveram a chance de acompanhar o sucesso de tamanho gênio em vida.

Um exemplo disso é a versão inédita de “Imagine”, que o eternizou, revelada em agosto, 47 anos depois do lançamento do original. Encontrada por um engenheiro de áudio nos arquivos da família de Lennon, contém apenas a voz dele e o som de um piano. À venda no hemisfério norte desde sexta-feira passada, é um sucesso.

O talento, é claro, conta muito, mas a verdade é que até hoje ninguém soube explicar ao certo porque Lennon continua sendo tão relevante.

*UOL

 

 

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *