Em TV evangélica, Marina minimiza queda em pesquisa

A candidata da Rede, Marina Silva, minimizou nesta quinta-feira (13) o resultados de pesquisas que mostraram queda em seu número de intenção de votos. “Agora que eu tive uma leve oscilação, as pessoas já tratam como definitivo”, afirmou ela.

Em entrevista à TV Gênesis, ligada à igreja Sara Nossa Terra e também à Assembleia de Deus, a ex-senadora fez acenos ao eleitor evangélico. A entrevista é a primeira da série que será feita com presidenciáveis e vai ao ar na próxima segunda (17).

Ao reafirmar que é contra a descriminalização do aborto, Marina utilizou versículo da Bíblia para dizer que sua posição é distorcida: “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João, 8:32).”A minha posição é essa, eu sou contra o aborto”, afirmou. A candidata é a única evangélica entre os concorrentes, mas perdeu espaço para Jair Bolsonaro (PSL) no segmento.

Pesquisa Ibope divulgada nesta semana mostrou que ela teve queda de 15% para 10% entre os eleitores dessa religião. Enquanto isso, Bolsonaro cresceu de 29% para 33%.

Apesar da avaliação de coordenadores da campanha de que o eleitorado evangélico mais conservador não está em disputa, Marina cortejou os eleitores religiosos durante a entrevista. Fez, por exemplo, diversas alusões à sua fé. Além da citação bíblica de João, se disse inspirada pelo “apóstolo Paulo” e falou que Jesus ensinava a “amar ao próximo como a ti mesmo”.

 

*Com informações da Folhapress.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *